28/02/20 16:40 ●

Parceria disponibiliza medicamento para crianças com câncer

Crianças e adolescentes tratados no Hospital Santa Marcelina e com indicação para o uso do blinatumomabe passarão a ter maior acesso ao medicamento

Fevereiro, mês de combate à Leucemia e Dia Internacional de Luta contra o Câncer na Infância, inicia com uma nova perspectiva de tratamento para as crianças com Leucemia Linfoide Aguda (LLA) atendidas pelo Hospital Santa Marcelina e TUCCA - Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer. Por meio de uma parceria firmada com a Amgen Brasil, a associação viabilizará o acesso do medicamento blinatumomabe aos pacientes que não responderam a outros tratamentos ou que tenham tido recidiva (voltaram a ter a doença). A parceria é a primeira a oferecer este tipo de tratamento gratuitamente para os pacientes.

A iniciativa significa uma perspectiva real de cura para pacientes com LLA tratados no Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina e que tenham indicação para o uso do medicamento inovador. O câncer infantil é mais agressivo e invasivo quando comparado aos tumores que acometem os adultos . Entretanto, quando o paciente tem acesso a um tratamento correto e detecção precoce da doença, os números são animadores. No caso da leucemia linfoide aguda (LLA), tipo de câncer mais comum durante a infância, com o avanço da medicina, hoje, 90% das crianças em tratamento podem chegar à cura. 

"A parceria nos permite oferecer aos pacientes um tratamento personalizado do nível dos melhores centros de oncopediatria do mundo e, consequentemente, maiores chances de cura para essas crianças que são elegíveis a imunoterapia", explica Dr. Sidnei Epelman, oncologista pediátrico, diretor do Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina e presidente da TUCCA Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer.  

A associação já assistiu mais de 3.500 crianças e adolescentes carentes com câncer por meio da parceria entre a TUCCA e o Hospital Santa Marcelina. Os pacientes são atendidos em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo em uma estrutura que possuí padrões internacionais. "Com a proposta de cuidar do paciente da forma mais ampla possível, não apenas do ponto de vista médico, mas também social, a TUCCA oferece assistência multidisciplinar por meio do cuidado integral, desde o tratamento até a preparação dessas crianças, jovens e de seus familiares para a continuidade de suas vidas após a doença", explica o oncologista pediátrico. 

Esta é a primeira vez que a Amgen, empresa de biotecnologia que completa 40 anos em 2020, firma uma parceria para disponibilizar suas inovações para pacientes do Sistema Único de Saúde. "A empresa está comprometida em melhorar a vida dos pacientes e faz parte de seu propósito transformar o tratamento do câncer por meio de parcerias que possibilitem que o paciente certo receba a terapia adequada". diz Dra Tatiana Castelo Branco, diretora médica da Amgen Brasil.

Contatos dos assessores:

Receba por e-mail o contato dos assessores.

Enviar
Desejo receber informações de marketing.
  • amgen
  • www.amgen.com.br/

  • A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentos inovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento. A empresa completa 40 anos no mundo em 2020 e está em constante expansão no país, oferecendo um portfólio robusto nas áreas de oncologia, hematologia, doenças ósseas, doenças cardiovasculares e nefrologia.