27/02/20 12:30 ●

Xixi na cama: conheça sintomas diurnos

Além de molhar os lençóis durante o sono, a enurese polissintomática também apresenta sintomas urológicos durante o dia


Fazer xixi na cama com frequência após os cinco anos de idade é, na medicina, transtorno conhecido como enurese monossintomática. Estima-se que cerca de 10% dos pequenos nessa faixa etária apresente esses episódios, que pode, inclusive, se estender à adolescência e à fase adulta. Entretanto, quando os sintomas vão além de urinar na roupa durante o sono, ocorre a enurese polissintomática.


Divulgação

Quando a enurese vem acompanhada de sinais diurnos, a abordagem do tratamento deve ser diferente, por isso, é importante estar atento ao comportamento da criança para fazer o diagnóstico correto do transtorno. 

O urologista pediátrico do Hospital Sírio-Libanês, Bruno Cezarino, aponta alguns sintomas que devem ser investigados com um médico especialista.

1 - Perdas diurnas nas roupas (incontinência urinária)

Esse é o famoso xixi nas calças, quando a criança não consegue chegar ao banheiro para urinar ou nem mesmo percebe que está molhando as roupas (urge incontinência). Além disso, o pequeno pode conseguir chegar ao banheiro, porém a vontade é inesperada e quase não consegue segurar a urina (urgência).
Episódios como esses são normais logo após o desfralde diurno, mas não é comum se estender por um longo período.

2 – Dificuldades para urinar (retenção urinária)

Muitas crianças mantêm o hábito de não ir ao banheiro. Os motivos são muitos, como não querer parar de brincar ou ter dificuldades para utilizar o vaso sanitário. Alguns sinais, como torcer a perna ou ficar agachado, podem indicar que o pequeno precisar urinar. Por isso, fique atento aos motivos e incentive seu filho a ir ao banheiro, já que a retenção durante o dia pode piorar o quadro de xixi na cama.

3 – Alteração da frequência miccional

Para entender se a criança está com o comportamento miccional normal, é necessário observar e conhecer a rotina dela. Qualquer alteração, como volume baixo de xixi durante o dia, dificuldade para esvaziar a bexiga, jato fraco, ardência ou intervalo miccional menor que 1 hora, pode significar algum problema urológico.

4 – Dificuldades para evacuar

Apesar de pouco relacionada, a constipação (dificuldades para evacuar) pode estar diretamente relacionada com a enurese. Isso acontece porque a prisão de ventre interfere na capacidade de armazenamento da bexiga, alterando a frequência miccional.

5 – Infecção Urinária

Caso a criança apresente vários quadros de infecção urinária repetidas vezes, é essencial procurar um médico para avaliação e início imediato do tratamento.

Todos esses sintomas citados possuem tratamento, seja medicamentoso ou comportamental. Porém, a atenção dos pais ou responsáveis no comportamento miccional dessa criança, em especial acima dos cinco anos, é um diferencial para o sucesso na cessão dos sinais.

“O impacto da enurese na qualidade de vida e autoestima da criança é grande e, quando está associada à sintomas diurnos, a consequência tende a ser ainda maior, pois dobram as chances de eventos constrangedores, como na escola, por exemplo. Por isso, ao detectar qualquer um dos sinais de problemas urológicos elencados acima, é essencial procurar um médico para o diagnóstico e tratamento correto”, finaliza o especialista.

Contatos dos assessores:

Receba por e-mail o contato dos assessores.

Enviar
Desejo receber informações de marketing.
  • ferring pharmaceuticals
  • www.ferring.com.br

  • Ferring Pharmaceuticals é uma empresa biofarmacêutica líder internacional em saúde reprodutiva e materna atuando em mais de 110 países - com 60 sedes próprias, 10 plantas de produção e 12 centros de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em todo o mundo, incluindo Estados Unidos, Europa, Índia, China e América Latina. Com sede na Suíça, a Ferring conta com mais de 6 mil funcionários e identifica, desenvolve e comercializa produtos inovadores nas áreas de Reprodução Humana, Urologia, Gastroenterologia, Endocrinologia e Ortopedia. Hoje, mais de um terço do investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) é direcionado a tratamentos personalizados para mães e bebês da concepção ao nascimento. A companhia atua há 25 anos no Brasil, com sede em São Paulo, e possui mais de 100 colaboradores no país. Para mais informações sobre a Ferring ou seus produtos, visite http://www.ferring.com.br